LABeGIS
  • Projeto – (Re)conhecendo Balneário o Arroio do Silva.

    Publicado em 06/06/2017 às 2:00

    Disciplinas: Artes; Geografia; História; Língua Portuguesa.
    Turmas: Ensino fundamental II (8º e 9º anos)
    Período: II trimestre de 2017 (junho, julho e agosto).
    Objetivo geral:
    Por meio da metodologia desenvolvida como objeto de pesquisa da mestranda Gabrielli Ciasca Veloso, sob a orientação e coorientação da Prof. Dra. Andréa Cristina Trierweiller e Prof. Dr. Robson Lemos respectivamente, os alunos participantes devem selecionar informações por meio de pesquisa oral (entrevistas) ou bibliográfica (em meio virtual ou impresso), do arquivo histórico cultural digital do município de Araranguá (http://labmidiaeinteratividade.ufsc.br/memoriasdigitais/tdigital/ ) e enviá-las aos professores em um formulário on-line (https://goo.gl/forms/OtVWIQlIVTox9HIu1 ) para posteriormente serem disponibilizadas no site Memórias Digitais de Araranguá.
    Objetivos específicos:
    •Conhecer a história do município;
    •Valorizar o arquivo histórico;
    •Perceber as transformações do espaço geográfico local;
    •Reconhecer as relações sociais;
    •Identificar-se como ser social e agente histórico;

    Público alvo: 8º 01, 8º 02, 8º 03, 9º01 e 9º02.
    Metodologia (etapas do trabalho):
     O trabalho poderá ser feito de forma individual, em dupla ou no máximo três participantes, todos da mesma turma;
    Acessar o site do projeto, e escolher a foto na pasta “Balneário”. Endereço: http://labmidiaeinteratividade.ufsc.br/memoriasdigitais/tdigital/

    Após a realização da pesquisa, o aluno deverá inserir todas as informações coletadas no endereço: https://goo.gl/forms/OtVWIQlIVTox9HIu1

    De 3 a 30 de Julho, Avaliação por parte das professoras e/ou banca avaliadora do trabalho desenvolvido pelos alunos.

    Ao final do projeto os textos produzidos serão apresentados à toda comunidade escolar.

    Avaliação: O aluno participante que atingir os objetivos propostos terá direito a 1,0 (um) ponto na média do II trimestre nas disciplinas participantes do projeto.

    Fonte da imagem: Arquivo Histórico do Município de Araranguá – O Centro Cultural Máxima Astrogilda de Souza


  • Apresentação – I SITED – Simpósio Iberoamericano de Tecnologias Educacionais

    Publicado em 22/05/2017 às 20:46

    As mestrandas e integrantes do LABeGIS, Rafaela Bett Soratto e Gabrielli Ciasca Veloso em uma prévia de suas dissertações nas apresentações do I SITED – Simpósio Iberoamericano de Tecnologias Educacionais – UFSC Araranguá!


  • Aprovação – 6ª edição do Internacional Workshop Advances in Cleaner Production.

    Publicado em 22/05/2017 às 20:44

    Estamos felizes com mais duas aprovações, desta vez em nível internacional! Dia 24 a 26 de maio estaremos em São Paulo – SP na 6ª edição do Internacional Workshop Advances in Cleaner Production.


  • Apresentações – ENSUS 2017

    Publicado em 22/05/2017 às 20:43

    No dia 3 de maio/17 iniciamos nossas apresentações no V Encontro de Sustentabilidade em Projeto – ENSUS 2017. O mestrando Alessander Gonçalves, integrante do LABeGIS apresentou seu pôster com o tema “Análise da qualidade em serviços complexos de um ambiente hospitalar obtida com a implantação das Tecnologias da Informação e Comunicação”

    A graduanda Tatiana Marcelino de Freitas, integrante do LABeGIS iniciou as apresentações do dia 4 de maio/17. Com o artigo: “Consumidores de produtos orgânicos: quais são suas motivações de compra?”

    A mestranda e integrante do LABeGIS Tamires Lucietti apresentou o artigo sobre: “O uso do upcycling: um estudo de caso no segmento da moda”.

    A mestranda e integrante do LABeGIS Gabrielli Ciasca Veloso apresentou o artigo sobre: “Relevância do tema sustentabilidade entre os trabalhos de conclusão de curso de bacharelado em Tecnologias da Informação e Comunicação.”

    E finalizando as apresentações no Ensus 2017 as mestrandas Rafaela Bett Soratto e Tamires Lucietti com o artigo sobre: “Análise da gestão do bordado manual nas empresas de moda de Araranguá – SC, a partir dos estudos sobre economia criativa.”


  • Artigos aprovados – V Encontro de Sustentabilidade em Projeto

    Publicado em 01/05/2017 às 20:55

    Nos dias 3 a 5 de maio acontecerá o ENSUS – V Encontro de Sustentabilidade em Projeto na UFSC SEDE em Florianópolis/SC. São 05 artigos aprovados, os dias das apresentações serão esta semana: 03 e 04 de maio/17. Estamos ansiosos para divulgar as ações do LABeGIS, representando a UFSC Araranguá.

    18199252_748353848671658_5511629737839256709_n

     


  • Promovendo a integração de professores e alunos de escolas de educação básica da rede pública ao patrimônio histórico

    Publicado em 10/04/2017 às 14:21

    Na última semana obtivemos aprovação da nossa primeira bolsa de extensão no ProBolsas 2017. E neste post queremos apresentar a vocês um pouco mais deste projeto:

    PROMOVENDO A INTEGRAÇÃO DE PROFESSORES E ALUNOS DE ESCOLAS DE EDUCAÇÃO BÁSICA DA REDE PÚBLICA AO PATRIMÔNIO HISTÓRICO

    Coordenadora: Professora Andréa Cristina Trierweiller

    Prof. Paulo César Leite Esteves

    Prof. Robson R. Lemos

    Integrantes: Mestranda Gabrielli Ciasca Veloso

    Bolsista de extensão: Pedro Rocha Solema Ferreira

    Integrantes do LABeGIS

    Sem título-4

    O objetivo deste projeto é aplicar metodologia adaptada do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) junto aos professores e alunos de escolas de Educação Básica da rede pública – nas disciplinas de Geografia e História – para seleção de informações e construção dinâmica do conhecimento referente ao Patrimônio Histórico do Município de Araranguá, a partir do acesso às imagens do acervo digital (documentos e fotografias), via aplicação Web já existente, resultante de trabalho denominado Memórias Digitais de Araranguá.

    A partir da experiência em dois anos no projeto “Digitalização do Acervo do Arquivo Histórico do Município de Araranguá” realizado através do Edital da Bolsa Cultura da Universidade e contando com a orientação do Professor Doutor Paulo Esteves, foi organizado e digitalizado todo o acervo fotográfico e parte do acervo documental do Arquivo Histórico de Araranguá. Em um segundo momento, buscou-se a disponibilização deste material de forma a propiciar uma melhor condição de acesso e pesquisa, através das TICs, a todos os interessados na preservação e difusão da memória histórica do município através de um Quiosque Digital, denominado Totem Digital (VELOSO, 2014) e posteriormente em uma aplicação Web denominada Memórias Digitais de Araranguá (ALMEIDA; CANDIDO, 2016) ambos sob orientação do Prof. Dr. Robson R. Lemos.

    A região tem baixos níveis de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e Renda Per Capta, ao ser comparada com outras regiões do Estado de Santa Catarina, o que reforça a importância social deste projeto, a ser conduzido em escolhas públicas. Como maior impacto positivo, espera-se promover a inclusão digital de um grande número de alunos e professores da educação básica, que poderão a partir da utilização e aproveitamento das novas tecnologias baseadas na Internet, disponibilizar informações on-line, identificando e se apropriando do patrimônio histórico e cultural da sua localidade e assim, integrando os sujeitos à sua história, identidade local e consequentemente, construindo o respeito ao patrimônio público, de todos os cidadãos.
    Sem título-7

    Sem título-6

    Sem título-5

     Fotografia: Tiago Beduschi Siewerdt


  • Aprovação – PROBOLSAS 2017

    Publicado em 05/04/2017 às 2:10

    1

     

    Comemoramos hoje a primeira conquista do LABeGIS! A primeira bolsa de extensão aprovada no PROBOLSAS 2017! Primeira conquista, de muitas que virão!


  • O Laboratório

    Publicado em 14/03/2017 às 20:11

    Os interesses de pesquisa do grupo LABeGIS – Laboratório de Gestão da Inovação e Sustentabilidade, constituído junto ao Programa de Pós-Graduação em Tecnologias da Informação e Comunicação, UFSC, Araranguá – versam sobre a sustentabilidade. Ou seja, iniciativas que além do retorno econômico tragam diferencial social e ambiental. Para tanto, estamos desenvolvendo pesquisas no âmbito:

    Moda inclusiva e sustentável,
    Tecnologias da Informação e Comunicação na saúde – para melhor atendimento aos cidadãos,
    Patrimônio histórico cultural da região de Araranguá, ajudando na consolidação de um “museu virtual”
    Agricultura familiar e produtos orgânicos;
    Avaliação da educação superior e pós-graduação – democratização da educação e inclusão.